Meu propósito é apoiar pessoas e organizações em suas autoconsciências e autoexpressões

Ainda não sei exatamente quem eu sou e talvez nunca saiba, mas me pergunto todo o dia! Administrador, facilitador, coach, astrólogo de bar, rimador de maus poemas e apaixonado por pessoas. Trabalho para a construção de um mundo mais consciente e colaborativo, onde todos possam descobrir quem são e fazerem o que amam (e não, não acho isso utópico).